licoes da natureza

LIÇÕES DA NATUREZA

A vida contemporânea nos impõe um estilo de vida muito diferente daquele que propiciou a nossa existência. Afinal, a gente é bicho. Precisa tomar sol pra não ficar doente, andar descalço pra não ficar perdido na mente e precisa funcionar no ritmo regido pela natureza, não pela tecnologia e pela artificialidade.

As pessoas que vivem mais próximas da Natureza são menos estressadas porque são inspiradas, com bastante frequência, a se render ao ritmo natural das coisas.

Elas veem mais de perto as passagem das estações do ano e, assim, são mais abertas para o desenrolar de seus próprios ciclos. Elas percebem que os passarinhos não voam com ninho nas costas e, com isso, talvez sejam menos apegadas às coisas.

Os exemplos estão todos na Natureza. E, neste post, resolvi compartilhar 5 lembretes especiais que a Natureza tem me trazido, e que têm me ajudado bastante a encarar com mais tranquilidade a essência da vida:

#1 – As flores simplesmente desabrocham e não resistem ao processo. Uma a uma, as pétalas vão se abrindo sem preocupações do tipo “ah, mas esta pétala não é perfeita para ser mostrada aos outros”. Elas simplesmente se revelam ao mundo, e com elas eu me inspiro a não me preocupar tanto com a opinião dos outros a meu respeito e nem permitir que essas opiniões influenciem o meu processo de desabrochar e revelar ao mundo quem eu sou.

#2 – Os pássaros não se comparam uns aos outros. A ideia parece até ridícula: um sabiá se sentindo inferior ao bem-te-vi ou vice versa. Eles apenas cantam. Expressam sua natureza. Os pássaros simplesmente são o que são, e eles me servem de inspiração para interromper as comparações que minha mente cria o tempo todo entre mim e os outros.

#3 – Os frutos amadurecem quando chega a hora. Alguns amadurecem em uma época do ano, outros em outra. Não adianta acelerar o processo. Você pode até comprar frutas fora da estação no mercado, mas elas nunca serão tão gostosos. Com as árvores frutíferas eu aprendo a arte da paciência e do respeito pelo timing de meus próprios processos, independentemente do que vivem as pessoas à minha volta.

#4 – O rio chega ao seu destino porque aprendeu a contornar os obstáculos. Se um tronco de árvore cai sobre o leito de um rio, só existem três possibilidades: a água passa por cima, se tiver volume; se represa, se não tiver volume; e muda seu curso se o leito apresentar uma possibilidade mais favorável. Com os rios eu me encorajo diante dos problemas e busco sempre a simplicidade dos caminhos mais favoráveis.

#5 – A borboleta precisa aguentar a umidade, o calor e a falta de espaço do casulo para poder voar pelos jardins da vida. E é ela quem tem que conseguir rasgar o casulo, abrir um buraco e se espremer para sair, caso contrário suas asas não recebem energia e ela nunca voará. As borboletas me fazem entender que existem dores que simplesmente precisam ser suportadas, se eu quiser voar pelo mundo.

Da próxima vez que você tiver seus pensamentos consumidos pelos problemas, pergunte-se: o que um pássaro faria? Uma árvore? Uma flor? Permita-se ser inspirado pela simplicidade dos caminhos criados por Deus para nós.

A vida não é pra ser sofrida.
Lembre-se sempre!

Gostou? Então nos ajude a espalhar esta mensagem por aí.

Cadastre-se para receber minhas newsletters com novidades do mundo do autoconhecimento e receba uma linda meditação guiada para empoderar sua busca por consciência e equilíbrio emocional!

  • Deixe seus dados, receba meus conteúdos transformadores e ganhe uma linda meditação para desenvolver equilíbrio emocional!

  • Flavia Melissa

    Sobre

    Flavia Melissa é psicóloga, educadora emocional e criadora do Portal Despertar. Desde 2012 distribui material motivacional impactando milhares de pessoas nas redes sociais. Eleita pelo jornal O Estado de São Paulo como uma das 14 YouTubers brasileiras para se acompanhar, teve seu primeiro livro, Sua Melhor Versão - Desperte para uma nova Consciência, como best-seller no Brasil, figurando nas principais listas de mais vendidos.