0
Será que os 300 Dias de Gratidão são para mim?

Será que os 300 Dias de Gratidão são para mim?

“A Gratidão não se resume a uma pequena prece que você faz antes das refeições. É um estilo de vida”. – Jacqueline Winspear

Este post vai na intenção de esclarecer as 7 dúvidas mais comuns das pessoas que se inscreveram no Desafio – e que eu acho que pode ser a sua curiosidade também! Esta seção será atualizada sempre que novas dúvidas forem respondidas, por isso passe aqui de tempos em tempos para verificar se a sua dúvida não está por aqui.

1.”Quando é que o Desafio vai começar?” – Na terça-feira dia 26/05/15!


2. “Flavia, e porque 300 dias? De onde veio este número?” – Esta deve ser a dúvida e a curiosidade de muita gente. E eu não posso responder esta pergunta sem ser um bocado mística… A verdade é que, quando eu estava refletindo a respeito de qual seria a duração ideal do desafio, fui perguntar à minha personal astróloga Luzia a respeito dos fatos astrológicos mais significativos de hoje até maio do ano que vem. Eu não sei se você curte astrologia, mas desde que conheci o trabalho da Luzia e o modo simples de ela explicar a influência do céu sobre nossas vidas eu nunca mais deixei de fazer este tipo de pergunta a ela, sempre que tenho que tomar uma decisão que envolva datas e períodos. Ela, então, me ofereceu algumas opções de datas favoráveis e uma delas era a do término do Desafio ser no dia 20 de março de 2016, início do novo ano astrológico regido pelo Sol. Como eu não fazia a menor ideia do que isso significava, a Luzia me explicou:

“Depois de um longo tempo, será como finalmente poder voltar a olhar para nós mesmos – como se fôssemos uma casa que foi reformada, reestruturada, organizada e que, agora, pode voltar a brilhar. Como se, depois de tempos difíceis, fosse (e será) possível retomar a vontade de viver com nossa plena força criativa desperta. Nosso propósito e missão de vida estará muito mais claro para quem verdadeiramente o busca. O Sol representa o que viemos fazer neste plano e, ao reger um ano, potencializa nosso crescimento, nossos verdadeiros desejos e capacidade de comunicar e tomar decisões. Cada um de nós, individual e coletivamente, poderá experimentar ser quem é, de forma plena, confiante e segura.”
Daí eu pirei, né?

Os 300 Dias de Gratidão vão funcionar como os personal trainers daquela mulherada que desfila no Carnaval: vai ser uma baita preparação pra entrar nesse ciclo novo de alinhamento com missão de vida nos guiando pela força do coração (que agradece) ao invés da mente que mente (e reclama). O faxinão final que todos nós precisamos antes de, finalmente, começar a brilhar mesmo!

(se você quer conhecer o trabalho da Luzia, clique aqui para o Facebook e aqui para os vídeos)


3. “E como é que o Desafio vai funcionar?” – Simples-simplérrimo. Todos os dias, durante 300 dias a partir da terça-feira dia 26/05, você vai escolher algo pelo que se sentir grato. TODOS OS DIAS, não importa o que aconteça. Não existem motivos pequenos, bobos ou superficiais. O que quer que seja que exista em sua realidade que seja capaz de despertar em você o sentido da gratidão e do contentamento vale.

Você vai, então, tirar uma foto deste algo ou escolher uma imagem que represente a sua gratidão do dia e vai postar nas redes sociais (Facebook ou Instagram) escrevendo um pouco sobre a sua gratidão do dia e dos motivos pelos quais aquilo faz com que você se sinta grato. Ao final da postagem vai colocar as seguintes marcações: #flaviamelissa e #desafiodagratidão2015, para que todos possamos acompanhar as gratidões dos participantes do Desafio.

IMPORTANTE: não se esqueça de escrever #desafiodagratidão2015 com TIL no A de gratidão, ok?

Para acompanhar as minhas próprias gratidões, não se esqueça de me seguir no Instagram clicando aqui ou de curtir a Fanpage no Face clicando aqui.


4. “E se eu não tiver Facebook e nem Instagram? Como faço para participar?” – Você pode fazer um caderno da Gratidão e, diariamente, registrar os motivos que você tem para agradecer. Mas, se eu fosse você, criava um perfil nem que fosse para participar do Desafio – é muito legal olhar as gratidões das outras pessoas, especialmente naqueles dias em que parece não existir nada de bom nas nossas vidas…


5. “O que acontece se eu esquecer de agradecer um dia, ou se de repente estiver sem sinal de internet para compartilhar?” – Você quem sabe! Se achar que o esquecimento durou tempo demais e que você saiu da “vibe” de agradecer ininterruptamente, pode voltar para o dia 1. Se for apenas um esquecimento momentâneo e achar que seria muito rígido com você mesmo voltar para o dia 1, pode continuar de onde parou. Se você tiver ficado sem sinal de internet mas não tiver se esquecido de agradecer, você pode postar duas gratidões no mesmo dia ou, simplesmente, pular o dia que não conseguiu postar. Sem estresse! Lembre-se sempre: feito é melhor que perfeito.


6. “Mas então é só isso?” – Nããããão. Durante estes 300 dias eu vou estar em contato mais próximo com você, te enviando, de tempos em tempos, emails com material motivacional, artigos interessantíssimos que eu tenho descoberto sobre o poder da gratidão, vídeos meus ou de outras pessoas que eu descubra por aí e que ache bacana compartilhar com você e mais uma porção de coisas que eu não vou contar agora porque ainda são sementes de ideias. Mas que, quando germinarem, você vai ser um dos primeiros a saber!


7. “E se eu desistir de participar do Desafio? O que eu faço?” – O que você quiser e se sentir mais à vontade fazendo. Você pode simplesmente abandonar o desafio mas continuar seguindo as gratidões de outras pessoas como pode cancelar efetivamente a sua inscrição clicando no link “Não quero mais participar do desafio”, que vai constar como opção no rodapé de todos os emails que eu te enviar. Mas eu, se fosse você, nem pensava em desistir! Pode ser mais complicado no começo porque a nossa mente está muito mais acostumada a reclamar do que agradecer, e escolher conscientemente algo pelo que se sentir grato é uma baita saída da nossa zona de conforto… Eu te prometo que vai valer a pena!


8. Quem não quiser publicar ou postar todos os dias pode fazer em um caderno?  – Sim, se não quiser postar nenhum dia não precisa também. O importante, preste bem atenção, é AGRADECER. Tanto faz como você vai fazer isso.


9. Qual a melhor hora do dia para postar? De manhã ou a noite? – EU prefiro deixar para postar sempre na parte da noite, pelo simples fato de que aí o dia acabou e eu posso escolher direitinho o motivo de minha gratidão do dia. Mas cada um é livre para decidir com o que se sente mais à vontade!


10. E pode fazer todo dia, mas postar só eventualmente? – Sim também. O desafio é livre e cada um participa dele do jeito que quiser, apesar de EU achar muito bacana o compartilhar deste sentimento com outras pessoas. Já disse uma vez e repito: emoções são energia e uma característica da energia é que ela se expande. Então, se você posta as suas gratidões diariamente vai inspirar cada vez mais pessoas a prestarem atenção em suas próprias realidades e em seus próprios motivos para se sentirem gratas. Mas quem decide as sementes que quer plantar no Universo é você.


11. Pode repetir a mesma gratidão em dias diferentes ao longo do Desafio? – Mais uma vez, SIM! Se algo muito legal está acontecendo na sua vida, nada mais natural do que você se sentir grato por isso em diferentes ocasiões. Mas tenha bom senso e orai e vigiai para não cair na preguiça de mexer o pescoço pros lados e buscar mais e mais coisas para agradecer. Não é possível que, em 300 dias, você só tenha 100 coisas para se sentir grato. O objetivo do Desafio é te sintonizar com a vibe da gratidão todos os dias, mas também o de expandir a sua visão para que você perceba coisas que não vinha percebendo – coisas boas, pelas quais vale a pena agradecer, e que já estão presentes no seu aqui e agora.


12. E pode postar coisas antigas ou tem que ser algo do dia? – O Desafio é justamente nos condicionarmos a prestar atenção a coisas boas que acontecem no nosso dia a dia, por isso acho que faz mais sentido escolher algo que tenha acontecido ou se feito presente no dia, né?


13. Pode postar só para os amigos ou tem que ser público? – Pode fazer do jeito que você quiser. Mas eu acho uma pena, porque certamente muitas pessoas perderão a chance de se beneficiar da sua gratidão e do seu incentivo pelo fato de não serem seus amigos… Inclusive eu, que há mais de dois anos não consigo aceitar pessoas novas no Facebook e não sigo todas as pessoas que me seguem no Insta!


14. O que a postagem da foto representa neste processo? Qual a importância disso? – Já ouviu aquela frase “falar até papagaio fala?”. Pois é. Qualquer um pode escrever 3 linhas a respeito de qualquer coisa. O fato de procurar uma imagem que tenha algo a ver com seu motivo de agradecer faz com que você se conecte mais verdadeiramente com o seu propósito – você vai investir tempo (leia-se: energia e foco) em encontrar algo que seja bacana de ser compartilhado com as outras pessoas. Não vai ser “só por fazer”, você vai agregar valor e propósito à sua partilha. Além disso: imagens “conversam” com outras zonas cerebrais e acabam transmitindo emoções e sensações que nem sempre a linguagem dá conta de fazer – pode ser profundamente inspirador para outras pessoas, assim como ver as imagens e fotos de outras pessoas pode ser profundamente inspirador para você em dias difíceis de agradecer por algo.


15. Como não perder a conta dos dias? – Simples! Você vai começar a sua postagem escrevendo “Dia 1”, “Dia 2”, e assim por diante. Eu vou estar contando os dias também e, caso você deixe passar algum dia e se perca, procure por mim nas redes sociais (Insta aqui e Face aqui) prá você se inteirar de qual dia está rolando.


16. Nestes dias não poderemos reclamar de nada? – Uma coisa não tem nada a ver com a outra – quer dizer, até tem, mas não estou propondo o Desafio da não-reclamação (apesar de ser uma ótima ideia para um próximo desafio, rs!). Mas, em um primeiro momento, vamos colocar o foco em agradecer, não em não reclamar ok?


17. Como limpar meus sentimentos para que eu realmente me sinta grato e não poste apenas por postar? – Ainda vamos falar muuuito sobre limpar os sentimentos negativos, mas deixa eu te dar uma dica: se seus dias forem tão preto e branco assim que não tenham uma única coisinha pela qual se sentir grato, uma ótima saída é intencionalmente fazer algo pelo que agradecer! Que tal tomar um sorvete delicioso? Ir para uma pracinha pisar na grama? Comprar uma revista na banca de jornal? Busque o sentimento de gratidão onde for necessário, se não for capaz de encontrá-lo já aí, do seu lado. E lembre-se: se fosse fácil agradecer não seria um desafio, certo?


18. Temos que escolher somente uma gratidão por dia? – Você pode postar quantas vezes você quiser! Só não vale postar 30 num dia e nenhuma em um outro, ok?


19. O que acontece se meu amigo quiser participar do Desafio mas ele já tiver começado? – Seu amigo pode se cadastrar a qualquer momento através do linkhttp://eepurl.com/bn8plT . Basta ele começar do começo, e não pegar o bonde andando, ok? São 300 dias de gratidão independentemente se o participante começar no dia 26, quando se inicia oficialmente o desafio, em setembro ou em janeiro do ano que vem. O Desafio vai ter um gostinho especial para quem começar no dia 26/05, e a minha participação ativa enviando emails e materiais motivacionais também se encerra no dia 20/03/2016, ao término do desafio… Mas os benefícios da gratidão poderão ser sentidos por qualquer um.

Ufa! Será que sobrou alguma dúvida?

Se sim, não deixe de enviá-la através do email contato@flaviamelissa.com.br! E se achar que algum amigo pode se beneficiar do Desafio, indique a páginahttp://flaviamelissa.com.br/gratidao! E, a qualquer momento, qualquer pessoa consegue se inscrever no desafio clicando aqui.

Para terminar, fique com esta mensagem:

“Se uma pessoa não é grata pelo que ela tem, dificilmente será grata pelo que terá um dia” – Frank A. Clark

E se você gostou da ideia e quiser se inscrever agora, basta preencher o formulário abaixo:



Sobre flavia