0
Grãos germinados

Grãos germinados

Germinar grãos foi uma coisa que aprendi com uma amiga querida já há alguns anos e uma das coisas mais gostosas de  adicionar às saladas como uma forma de enriquecê-las. Além disso podem ser batidos junto com os sucos ou misturados à receitas como leites vegetais, pães, bolos e sopas. Eles aumentam o valor nutricional da refeição (já que, quando germinados, aumentam em até 20 vezes seu teor de minerais e vitaminas), dão aquela crocância gostosa aos pratos e mais: são uma excelente opção de fonte de vitamina B12 para vegetarianos!

Vamos experimentar?

IMPORTANTE:

Os grãos devem ser germinados sempre crus e, de preferência, ter procedência orgânica. O tempo de germinação muda de grão para grão mas, de modo geral, é bem fácil de perceber quando ele está pronto para o consumo. Se você quiser germinar grãos o ideal é que a temperatura do ambiente não seja muito quente, porque aumenta o risco de ele “azedar” e estragar antes de concluir o processo. Lembre-se sempre de usar recipientes de vidro para acomodar os grãos, e não plástico, que dependendo da composição podem até mesmo contaminar o alimento, que estará constantemente meio úmido.

PASSO A PASSO:

Escolha o grão de sua preferência. Eu adoro germinar grão de bico e lentilha – gosto até mesmo de comer sem tempero nenhum, como se fosse pipoca! Mas você pode germinar o grão que quiser: feijões, ervilhas, trigo, sementes de abóbora e girassol, castanhas e até mesmo gergelim e chia. Basta observar o tempo necessário para cada processo. De modo geral, os cereais germinam em 2 ou 3 dias e os feijões e lentilhas levam um pouco mais – entre 5 e 6 dias. De qualquer forma, vai ser fácil perceber quando o germinado estiver no ponto de ser consumido, e não tem nenhum problema se for consumido assim que começar a germinar ou quando o broto já estiver quase criando folhinhas. Apenas atente para “não passar do ponto” e se tornar seco e sem vida.

1. Escolha bem os grãos, selecionando e removendo os danificados. Você pode colocar de 2 a 3 dedos de grãos em um pote de vidro e, então, cobri-los com água limpa em quantidade dobrada com relação aos grãos.

2. Deixe de molho por uma noite (mínimo de 8 horas), cobrindo o pote com um pano de prato para que fique totalmente no escuro. Escolha um tecido que não impeça a passagem de ar completamente.

3.Na manhã seguinte, cubra o vidro com um pedaço de tule ou filó, prendendo com um elástico. Use o tecido como um “filtro”, esvaziando o pote de água.

4. Enxágue bem os grãos até que não sobre nenhuma “gosminha” ou “borbulhinha”.

5. Mantenha o pote constantemente tampado com o tecido de tule ou filó, de boca para baixo em uma superfície que possa escorrer o conteúdo constantemente.

6. Enxague o conteúdo do vidro duas vezes por dia, uma pela manhã e outra à noite, sempre tendo o cuidado de escorrer bem depois. Em dias muito quentes, enxague mais vezes para não azedar.

QUANDO ESTÁ PRONTO?

Com o passar dos dias você vai ver a “bundinha” do grão se tornar ligeiramente mais pontuda, até um brotinho despontar. A partir deste momento o grão já está pronto para o consumo, mas quanto mais o brotinho crescer, mais vitaminas e minerais estarão sendo produzidos e disponibilizados. É um processo de experimentação: você pode ir consumindo o grão enquanto continua a enxaguá-lo duas vezes ao dia, para que não deixe de crescer. Entretanto,

ATENÇÃO: se você decidir fazer isso tome cuidado para manuseá-lo com uma colher de pau ou plástico, nunca com as mãos ou com um utensílio de metal. Tanto o calor das mãos como o metal podem induzir um processo de apodrecimento do grão.

Daí é só se deliciar!!
Espero que aproveitem a dica!!

Sobre flavia