0
Dificuldade em meditar

Dificuldade em meditar

P: “Estou tentando meditar mas minha ansiedade e agitação não me deixam… O que devo fazer? O que estou fazendo de errado? Como faço para conseguir meditar”?

R:É muito importante salientar que meditar não significa esvaziar completamente os pensamentos e não pensar em nada. Mestres bastante experientes e desenvolvidos no caminho da meditação não conseguem não pensar em nada. A própria ideia de não pensar em nada é estúpida: como você percebe que não está pensando em nada, se não estiver prestando atenção? Se você perceber que não está pensando em nada, esta será uma constatação mental: será sua mente funcionando.

Meditar não é não pensar em nada. Meditar é como estar em uma avenida tumultuada: passam pessoas, bicicletas, motocicletas, carros, ônibus, caminhões. A mente é assim. Conforme você segue meditando, a rua vai silenciando. Os caminhões são os primeiros a sumir, depois os ônibus… E gradativamente, até que sobrem apenas as pessoas. É simples fazer uma avenida tumultuada silenciar? Imagine o trabalho de interromper o fluxo em uma avenida tumultuada.

Não tenha pressa; você não precisa chegar a lugar nenhum. Não existe um prazo para que você silencie esta avenida. Meditar é o processo de silenciar a avenida – a própria ideia de concluir o processo é um dos ônibus que você vai ter que tirar de lá. Com o tempo você vai obtendo alguns espaços de silêncio, como bolhas que começam a se desprender do fundo da panela depois de algum tempo de fervura. Primeiro é uma bolha, depois outra… Até que o espaço de tempo entre elas vai diminuindo. Não adianta você ficar ansioso querendo que a água ferva mais rápido – a água vai ferver no seu devido tempo. Mas se o processo de aquecimento continuar, uma hora ela ferve. Uma hora a avenida fica silenciosa.

Siga meditando e lembre-se: é a jornada, não o destino ♡

Sobre flavia