0
Cocriadora confusa!

Cocriadora confusa!

P: “Desde que comecei a pesquisar sobre a força do pensamento e sobre como o universo funciona, venho tentando manter sempre pensamentos positivos e tenho que admitir que nem sempre é fácil. Me pergunto: se eu deixar que o universo ou a intuição me mostre o melhor caminho, não estarei perdendo a determinação? Entendo que, às vezes não conseguimos nossas VONTADES  pra ter um aprendizado ainda maior que nos prepare pro que realmente desejamos. Mas me ‘conformar’ com isso não seria falta de persistência?  To MUITO confusa com tudo isso. O fato de eu criar minha própria vida já não é o suficiente pra eu ter abundância no que eu quiser? Me ajude!”.

R: Caaaaaalma!!! Antes de mais nada, respire. Todas estas dúvidas são típicas de uma mente que está tentando dar conta de conceitos muito mais complexos do que a nossa pobre mente física pode compreender.

Se analisarmos toda essa história de Lei da Atração pela mente física, pelo sistema de crenças básico e pela racionalidade pura e simples, nada faz o menor sentido. Cocriar o nosso Universo? Se isso fizesse realmente algum sentido, porque é que as pessoas simplesmente não se dedicam a fazer isso, e mais nada na vida? E é aí que a coisa toda fica muito mais complicada: as pessoas estão, sim, cocriando a sua realidade, o tempo todo. A Lei da Atração não funciona só quando você se esforça para que ela funcione: ela funciona O TEMPO TODO. Afinal, é uma LEI.

Então, o primeiro toque que eu tenho para te dar é: não espere compreender TUDO. Apenas teste, e veja se você obtém resultados. Nossa mente tem a mania de questionar absolutamente tudo o que existe, e foi feita exatamente para isso: para ficar analisando e buscando sempre todos os lados da moeda. Você vai ficar parecendo um cachorro correndo atrás do rabo, se tentar dar conta de tudo isso através da mente: se, e quando conseguir pegar o próprio rabo, quem vai sentir a dor vai ser você. Então, a primeira coisa que você precisa parar é de tentar ter pensamentos positivos. O Universo não dá a mínima para os seus pensamentos. O Universo, a Criação, Deus, tanto faz o nome… Foi ele quem nos fez, ele quem deu origem a nós, e se foi ele quem nos fez ele sabe das artimanhas que a nossa mente física é capaz de nos impor, então ele sinceramente não dá a mínima para o que você pensa.

O que você SENTE é o mais importante. O que você sente é emanado no seu campo vibracional. Por isso, os pensamentos apenas serão importantes caso te ajudem a despertar bons sentimentos. E estes sentimentos é que vão aumentar a sua frequência energética. Então este é o primeiro ponto: não se culpe por não conseguir ter apenas pensamentos positivos: ninguém consegue só ter pensamentos positivos. O barato é perceber que seus pensamentos negativos são como uma estação de rádio que transmite música ruim: basta mudar a frequência – e é aí que eu dou uma salva de palmas para a meditação.

Segundo ponto: o que você disse da persistência, é muito comum das pessoas questionarem. Mas perceba que persistência é apenas mais uma percepção – mais um julgamento. Porque só é persistência se der certo; se der errado é teimosia. Persistência ou teimosia, tanto faz: o resumo da ópera é que você está nadando contra a corrente. E tudo bem que você nade contra a corrente, mas o que é que está te movendo? É seu coração? É seu sentimento? Ou sua cabeça? Você está correndo atrás do que quer ou evitando se sentir mal por abandonar um objetivo que parece não estar sendo conspirado pelo Universo? O que te move na direção em que você está nadando? Se for seu coração, continue. Se for sua mente, apenas boie e economize energia – você vai precisar dela em breve.

Por fim, e de volta ao começo: você está cocriando o seu Universo o tempo todo. Mas, muitas vezes, pode estar manifestando seus medos, suas dúvidas e inseguranças. A cada vez que você não reconhece o que está sentindo e força a barra, está desrespeitando seus sentimentos – está abandonando seu coração de lado. A cada vez que seu coração pede algo e sua mente te obriga a ir na direção oposta por causa de um sistema de crenças que te diz que você vai ser uma perdedora se desistir de lutar, você baixa a sua frequência energética. Você se sente pior. E é aí que voltamos ao princípio: você não atrai o que PENSA, ou o que QUER. Você atrai o que é. Neste exato momento. Se quiser saber o que você está vibrando, é só olhar ao seu redor. O mundo é um grande espelho refletindo o que existe em seu campo energético. Se quer coisas diferentes, aja diferente: simples assim. 

Sobre flavia