0
Como seguir o coração quando a situação é desfavorável?

Como seguir o coração quando a situação é desfavorável?

P: “Eu acredito que devamos seguir o coração, o entusiasmo, o que nos faz vibrar e nossos olhos brilharem. Mas como fazer isso se a situação não é adequada pra que sigamos o coração? Eu sei o trabalho que me faria feliz, mas o trabalho que eu faço ganho mais, porém sou infeliz. A faculdade que eu gostaria de fazer não existe na minha cidade, e agora não sei que faculdade fazer porque não seria algo com o quê eu sonhe. O que fazer quando se quer seguir o coração porém não é possível?” Leia mais

0
BLOG ♡ Sobre minha busca por equilíbrio

BLOG ♡ Sobre minha busca por equilíbrio

Venho ensaiando escrever sobre isso já há algum tempo, e o motivo de não ter conseguido fazer isso antes faz parte do assunto sobre o qual este post vai tratar, que é exatamente a dificuldade que a busca pelo equilíbrio pode representar em nossas vidas.

Tudo parece ser tão simples! Eu tenho algo para compartilhar com as pessoas, sento-me em meu computador, escrevo, acerto os Leia mais

0
Ter dinheiro é errado?

Ter dinheiro é errado?

P: ” Flavia, estava assistindo a um vídeo no YouTube em que o palestrante falava sobre a nova era de mudanças da Terra, onde as pessoas vão ter que escolher entre o caminho do material e do espiritual! Isso significa o quê? É perda de tempo alguém fazer uma faculdade e ter uma profissão comum, ter dinheiro, casa, carro? Estou confuso e gostaria de ouvir sua opinião.” Leia mais

0
Fui traída várias vezes: como deixar o passado para trás?

Fui traída várias vezes: como deixar o passado para trás?

P: “Já fui traída várias vezes, e não consigo lidar com isso. Coloquei toda a culpa em mim mesma e isso me fez perder totalmente o amor próprio. Não acredito mais ser digna de ser amada, e não consigo parar de sofrer com o sentimento de ser enganada e de me sentir tão rebaixada. Fico o tempo todo me perguntando “onde foi que eu errei pra merecer passar por isso?”, mas sei que não é essa a pergunta certa. Quero muito recuperar o amor próprio e a auto-confiança, e deixar o passado pra trás. O que fazer?” Leia mais

0
BLOG ♡ Sobre pedras, tijolos e expansão da consciência

BLOG ♡ Sobre pedras, tijolos e expansão da consciência

Esta semana ouvi uma história que me inspirou muitas reflexões e que, em última análise, desencadeou nesta postagem aqui no BLOG. É a história de um homem que caminhava pela estrada levando uma pedra em uma mão, um tijolo na outra e um saco de areia nas costas. Depois de muito andar, o homem encontrou uma pessoa que lhe perguntou: “Você parece tão cansado, por que carrega na mão uma pedra tão pesada?”. E o homem respondeu, “estranho! Eu nunca havia reparado que estava carregando esta pedra”. Leia mais

0
E quando o outro não faz questão de ser perdoado?

E quando o outro não faz questão de ser perdoado?

P: “Flavia, percebo que existe uma “obrigação” para perdoar as pessoas. Temos que perdoar, pois esse sentimento é um “veneno” para nós mesmos. É o que eu sempre escuto e leio. Mas o que fazer quando a pessoa não faz questão de ser perdoada? Alguém te magoa muito e simplesmente não demonstra se importar, e muito menos faz questão de receber o seu perdão. E pior, quando é alguém que você precisa conviver diariamente!”. Leia mais

0
BLOG ♡ Sobre felicidade e partilha

BLOG ♡ Sobre felicidade e partilha

Eu não sei se você já assistiu a um filme chamado “Into the Wild”, traduzido no Brasil como “Na Natureza Selvagem” (um filme que, aliás, tem uma trilha sonora maravilhosa na voz do talentosérrimo Eddie Vedder). Eu assisti, amei, assisti de novo e, sem perder a oportunidade quando ela apareceu, comprei o DVD para poder assistir quando quisesse, novamente. O filme conta a história de um Leia mais

0
Me descobri codependente. E agora?

Me descobri codependente. E agora?

P: “Recentemente, por sua indicação, comprei o livro “Codependência Nunca Mais” (autora: Melody Beattie) e… Sim, eu sou uma codependente. Tipo, uma super codependente. Até aí tudo bem, me identifiquei e percebi que em todas as minhas relações eu dançava entre a vítima e a salvadora. Mas agora me sinto vazia, pois eu só sei amar assim. O único amor que conheço é este, do cuidado, que possivelmente seja excessivo e que permeia o domínio. Sempre soube que havia algo errado comigo, mas agora estou me sentindo super perdida porque nunca vivi outra forma de amor, e acho que não saberia amar sem ser assim! E agora?” Leia mais

0
BLOG ♡ Quando a catástrofe mora apenas em nossas cabeças

BLOG ♡ Quando a catástrofe mora apenas em nossas cabeças

Esta semana ouvi uma história que me fez pensar bastante na forma como vivemos nossas vidas e conduzimos nossos processos. É a história de um homem que, andando pela floresta em uma noite escura, lá pelas tantas escorregou e se sentiu cair, fugindo-lhe o chão sob os pés. A única coisa que o homem conseguiu fazer foi segurar em um galho e, quando deu-se por si, lá estava ele: Leia mais