0
Como me livrar dos pensamentos negativos?

Como me livrar dos pensamentos negativos?

P: “Gostaria de saber como faço para me livrar de pensamentos negativos. Fiz uma experiência de “frear” todos os pensamentos nocivos que aparecesse na minha cabeça por um dia e fiquei assustado com a quantidade de vezes que me peguei tentando me livrar desses pensamentos limitantes, aparecem o tempo todo! O que fazer para me livrar deles?” Leia mais

0
Homossexualidade e Espiritualidade

Homossexualidade e Espiritualidade

P: “Tenho 19 anos, sou gay e gostaria de saber se existe alguma relação entre sexualidade e espiritualidade. É certo? É errado? Desculpe-me pela minha pergunta talvez equivocada, mas não sei muito ao certo sobre o assunto ‘espiritualidade’. A única certeza que tenho é que tenho orgulho de mim e que nunca escolhi ser assim, apenas nasci assim! Só gostaria de ter algumas respostas de porquê nasci gay! Você tem algo em mente?” Leia mais

0
Separação e dependência financeira

Separação e dependência financeira

“Eu quero me separar mas não posso, pois sou totalmente dependente de meu marido e estou com muita dificuldade de conseguir uma atividade que me permita o sustento. Sou nova, tenho 48 anos e uma imensa vontade de voar, de viver! Como posso levar esta vida com meu marido com quem não tenho mais nada, nada mesmo, sem me machucar até que possa me sustentar? Como aceitar esta situação?” Leia mais

0
Como descobrir minha missão nesta vida?

Como descobrir minha missão nesta vida?

“Quando você fala sobre abraçar a sombra, retrata bastante alguns aspectos da minha vida. Resumidamente, tenho 48 anos e sinto-me amarrado e vendado em relação ao futuro. Uma vez você disse que ‘todo ansioso acaba se transformando em um depressivo’, e isso me deixou preocupado. Te pergunto, como posso me libertar e descobrir minha missão nesta vida?”. Leia mais

0
O que dizer sobre a abnegação?

O que dizer sobre a abnegação?

P: “Fui católica, evangélica e espírita, e sempre ouvi a mensagem de Jesus como “renuncie a si mesmo”. E você vem dizendo “assuma sua sombra, seu ser inteiro, não magoe a você, magoe o outro, faça o bem primeiro a você e depois ao outro”! Quando vivo o amor por mim em primeiro lugar e frustro alguém por isso, vou receber esta frustração de volta ali na frente?  Quando vivo o amor ao próximo em primeiro lugar, vou agradá-lo e me frustrar, mas receber do Universo este agrado ali na frente? Se me valorizo e coloco o outro em segundo plano e lhe causo alguma dor… Estou muito confusa! Não consigo viver sem considerar que o outro merece mais meu amor e zel0 do que eu mesma! O que dizer sobre abnegação? Por favor, me dê uma luz!” Leia mais

0
Será que estou meditando certo?

Será que estou meditando certo?

P: “Medito frequente e regularmente, com ajuda dos teus vídeos “Meditação para quem nunca meditou”, mas fico com a sensação de não estar fazendo certo, ou então, não obtendo sucesso. Qual, mais ou menos, é a sensação que eu deveria sentir? Terei certeza quando senti-la? Medito, e fico em calma por uns instantes depois da meditação. Mas depois surge a correria e problemas do dia a dia e, mesmo fazendo grande diferença no meu ser, não me “desestressa” por inteiro. É mesmo assim? É como falam, que na vida alguns momentos serão ruins mesmo, não tem jeito?” Leia mais

0
Infância infeliz e cocriação

Infância infeliz e cocriação

P: “Flavia, por favor, me ajude! Não consigo conceber esta história de cocriação. Eu sou uma pessoa muito inquieta, negativa e não consigo paz. Tive um pai muito manipulador e agressivo na infância, minha irmã apanhava muito e simplesmente não consigo acreditar que nós tenhamos criado isso para nós. Como é possível? Não faz sentido. Por favor, me ajude, porque não sei mais no que acreditar. Quanto mais leio e pesquiso, mais confusa eu fico. Acho que esta coisa de autoajuda é apenas uma forma de ganhar dinheiro com o mal dos outros!” Leia mais

0
Por que casar?

Por que casar?

P: “Por que que o sistema em que vivemos vem tão desesperadamente batendo na tecla de que quem se casa é normal, e que não há felicidade em estar solteira? Esta é uma questão que me aflige demais! Independentemente de qualquer nível social, idade ou religião, por que é que parece que precisamos ter alguém para sermos realizados e felizes, normais, ainda que o relacionamento seja infeliz? Onde está ficando o nosso verdadeiro Eu (vontades, desejos, carências, realizações, objetivos)?”. Leia mais

0
Tinha sonhos e planos, mas hoje me sinto desesperada!

Tinha sonhos e planos, mas hoje me sinto desesperada!

P: “Minha vida inteira sofri com problemas de ansiedade social, fugi de diversas situações, vivi com medo e insegurança com relação à minha autoimagem. Sempre fui muito sonhadora, gostava de imaginar minha vida como eu queria viver mas não tinha coragem. Tive diversas perdas familiares, meu avô e meu pai faleceram e até hoje sinto demais estas perdas. Me sinto muito desprotegida e insegura. Tenho me esforçado, tenho meditado, me exercito, faço Yoga, mas continuo sentindo no coração este vazio enorme. Faço tratamento psiquiátrico e estou com a ansiedade controlada, mas me sinto péssima por precisar tomar remédios. Fiz alguns meses de terapia mas não foi muito satisfatório, sinto que as pessoas não se sentem tão motivadas a me ajudar por eu não pagar nada, já que os atendimentos são pelo SUS. Agora faço análise mas também é um projeto gratuito e após 6 meses terei que começar a pagar e não tenho condições; além disso a analista me julga de uma forma tão fria, eu já faço isso comigo e não preciso que mais ninguém o faça. Preciso de alguma direção, alguém que me ajude a entender o que se passa comigo, o que são todos estes sentimentos, todo este vazio. Sinto que não sou nada, que não sou ninguém! Tinha sonhos, onde eles estão? Às vezes penso em sair da vida; eu não sou isso. Ninguém consegue me ajudar, não sei mais o que fazer!”. Leia mais