0
E quando o outro não faz questão de ser perdoado?

E quando o outro não faz questão de ser perdoado?

P: “Flavia, percebo que existe uma “obrigação” para perdoar as pessoas. Temos que perdoar, pois esse sentimento é um “veneno” para nós mesmos. É o que eu sempre escuto e leio. Mas o que fazer quando a pessoa não faz questão de ser perdoada? Alguém te magoa muito e simplesmente não demonstra se importar, e muito menos faz questão de receber o seu perdão. E pior, quando é alguém que você precisa conviver diariamente!”. Leia mais

0
Me descobri codependente. E agora?

Me descobri codependente. E agora?

P: “Recentemente, por sua indicação, comprei o livro “Codependência Nunca Mais” (autora: Melody Beattie) e… Sim, eu sou uma codependente. Tipo, uma super codependente. Até aí tudo bem, me identifiquei e percebi que em todas as minhas relações eu dançava entre a vítima e a salvadora. Mas agora me sinto vazia, pois eu só sei amar assim. O único amor que conheço é este, do cuidado, que possivelmente seja excessivo e que permeia o domínio. Sempre soube que havia algo errado comigo, mas agora estou me sentindo super perdida porque nunca vivi outra forma de amor, e acho que não saberia amar sem ser assim! E agora?” Leia mais

0
Tenho um tumor no cérebro. O que isso pode ter a ver com minhas emoções e espiritualidade?

Tenho um tumor no cérebro. O que isso pode ter a ver com minhas emoções e espiritualidade?

P: “Recentemente descobri um tumor no meu cérebro (um microadenoma na hipófise), não sei se é do mesmo tipo que seu namorado teve… Gostaria de saber que tipo de relação pode ter este tumor com minha vida espiritual, mental ou emocional. Sou psicóloga, casada e nunca imaginei que passaria por isto. Como o tumor influencia na fertilidade, fico preocupada pois não tenho filhos. Sinto desconfortos gástricos e penso em me tornar vegetariana… Sinto que preciso realizar uma grande mudança em minha vida mas não sei por onde começar… O que fazer?” Leia mais

0
É possível reCriar a realidade?

É possível reCriar a realidade?

P: “Passado fica no passado. Somos nós que criamos nossa realidade, somos responsáveis por nossas ações, ok, mas e se, ao aceitarmos nossos “erros”, percebermos que deixamos passar uma boa oportunidade na vida, aliás “AAAA” oportunidade,  e quisermos  refazer a nossa realidade, por exemplo, tentar recuperar aquela boa oportunidade que passou. Podemos fazer? Mas como? Tentar ReCriar a oportunidade para assim aproveitá-la? Até que ponto podemos tentar Recriar aquela realidade? Ou simplesmente “engolir o choro” e o que passou, PASSOU?” Leia mais

0
Drogas e Espiritualidade

Drogas e Espiritualidade

P: “Olá, gostaria de saber sua opinião a respeito do uso de substâncias psicoativas para desenvolvimento da espiritualidade. Em muitas culturas os alucinógenos são utilizados na edificação espiritual pois podem eventualmente facilitar a ocorrência de estados alterados de consciência, como por exemplo a Ayahuasca. O que pensa a respeito? Como podem afetar nosso potencial de cocriação?” Leia mais

0
Yin, Yang e transcendência da dualidade

Yin, Yang e transcendência da dualidade

P: “A teoria de YIN e YANG diz que quando um alcança seu extremo, ele se transforma no seu oposto. Sempre tive a crença de que estamos nesse plano para evoluir, e evoluir é ser o que nós chamamos de “bom”. Então no caso ser cada vez melhor não seria bem a finalidade, e sim descobrir um meio termo para tudo? E sobre transcender a dualidade, seria ser uma coisa que não é nem “boa” e nem “ruim”, o que seria bem essa coisa? Como fazer isso? Viver “mais ou menos” nem de um lado e nem do outro?” Leia mais

0
Eu e minha irmã: comparação e frustação

Eu e minha irmã: comparação e frustação

P: “Tenho uma irmã cuja nossa diferença de idade é muito pouca. No entanto, apesar de sermos muito amigas, temos personalidades distintas: ela é muito racional e eu muito emotiva e impulsiva. No entanto, ao vê-la tendo êxito nos relacionamentos e eu não, me sinto apegada aos conselhos dela e a coloco sempre como um espelho. Sempre penso que se eu seguir minha intuição, vai dar errado. Como tirá-la dessa função de espelho?” Leia mais

0
Como jogar luz sobre minha sombra e acolhê-la?

Como jogar luz sobre minha sombra e acolhê-la?

P: Você fala sempre em acolher as minhas sombras, jogar luz sobre elas… Acho tão lindo, fico imaginando que são meus “defeitos”, meus “delitos”, minhas escolhas “erradas” e até procuro em mim tudo isso para que possa re conhecê-los, mas, acho que não entendo muito bem como posso fazer isso… Sinto que deveria amar esse meu lado que não gosto e aceitá-lo? Simplesmente deixar ser? Se for assim, o que fazer com a pessoa que eu quero ser? Como faço para jogar luz em minha sombra?” Leia mais